Propaganda e Marketing é tema de seminário promovido pelo CRM/DF

A Associação Médica de Brasília (AMBr) esteve presente ao I Fórum de Marketing e Redes Sociais do Conselho Regional de Medicina (CRM-DF), realizado na última quarta-feira (19), no auditório do Conselho Federal de Medicina.

Presidente da AMBr, Dr. Ognev Cosac, compôs a mesa de abertura do evento, que abordou temas como os impactos legais e da propaganda médica, a ética na publicidade relacionada à medicina e os conceitos e desafios referentes à comunicação na área. O evento também contou com oficinas sobre plataformas de comunicação e redes sociais como Instagram, Facebook, Twitter e LinkedIn.

Dr. Ognev Cosac destacou a relevância das redes sociais nas atividades humanas da atualidade e afirmou que a Medicina não pode ficar à margem dessa realidade. “A influência é muito grande em todos os ramos do comércio, da prestação de serviço e da divulgação de notícias. A classe médica não pode ficar fora disso. A propaganda tem que obedecer ao Código de Ética e as normas legais. Isso é imprescindível. Mas, por outro lado, essas normas devem ser modernizadas. Outras profissões utilizam outros critérios: mostram pré e pós tratamento.  Essas modificações devem ser seguidas pelo Conselho Federal de Medicina”, disse Dr. Ognev.

O presidente da AMBr chamou a atenção para o risco que o paciente corre, diante das propagandas de outros profissionais de Saúde, num contexto em que a Medicina não pode exercer uma Comunicação mais “moderna” e eficiente. Para Dr. Ognev, a classe médica pode aperfeiçoar seus mecanismos de regulamentação para evitar que a população seja prejudicada, até mesmo com possíveis invasões a Atos Médicos.

“Acho que a gente tem que mudar um pouco o pensamento e abrir a cabeça para mudanças nas nossas resoluções, para que possamos fazer chegar – até o paciente – informações modernizadas e dentro dos critérios éticos, mas mostrando um pouco mais do que a gente faz. Outros profissionais, por exemplo, mostram seus pré e pós-operatórios – inclusive invadindo Atos Médicos -, a população acredita naquilo e o médico, por não poder mostrar eticamente, fica em desvantagem perante a população, na escolha por fazer o tratamento com o médico ou com outro profissional”, afirmou Dr. Ognev Cosac.

Durante o Fórum, o presidente do CRM-DF, Dr. Farid Buitrago Sanchez, afirmou ser “fundamental para os médicos, ter conhecimento sobre as normas de publicidade médica e as implicações jurídicas das propagandas irregulares em redes sociais”.

Integrante da mesa de abertura do evento e palestrante, a conselheira Distrital e Federal de Medicina, Dra. Rosylane Rocha disse “acreditar que a excelência da técnica e do atendimento ao paciente são marcas da melhor publicidade”.

Facebook
Twitter

Mais Noticias...

Nosso obrigado àqueles que tem cuidado de todos

No momento em que a categoria médica se mostra tão fundamental no combate ao Coronavírus, o Kubitscheck Plaza Hotel oferece a esses profissionais 50% de desconto na hospedagem em um andar exclusivo para profissionais da saúde. Para adquirir o desconto, basta informar o código promocional “SAÚDE” no ato da reserva. Os dados da carteira profissional serão solicitados no check-in.

Leia mais

Comentários



Adicionar Comentário




© Copyright 2019. AMBr - Associação Médica de Brasilia