Medicina do DF perde uma das referências na cardiologia

É com enorme pesar que informamos o falecimento do Dr. José Roberto de Melo Barreto Filho, aos 63 anos.
O cardiologista, que não resistiu a complicações de um câncer no intestino, deixa um legado de avanços tecnológicos na área que atuava.

Natural do Rio de Janeiro, José Roberto Barreto Filho veio a Brasília em 1978 em busca do diploma de medicina pela Universidade de Brasília. Em 1984, ele decidiu que a capital federal seria palco da atuação de excelência que ele estava disposto a entregar para salvar vidas. Logo após conquistar a especialização em cardiologia, entre 1985 e 1986, o médico não parou de estudar para trazer o melhor para a área que escolheu.

Presidia o Centro de Tratamento Cardiovascular (CTVC), do Hospital Brasília. Na instituição, ele liderava uma equipe que aliava atendimento de emergência e estudo para criar avanços científicos. Uma das inovações registradas e lideradas pelo médico foi a realização pioneira em Brasília de um implante de válvula aórtica por cateter. Na época, Barreto afirmou que o procedimento evitava a necessidade da cirurgia aberta e aumentava as chances de salvar pacientes com doença vascular.

O cardiologista foi sepultado no cemitério Campo da Esperança.

Facebook
Twitter

Mais Noticias...


Comentários



© Copyright 2019. AMBr - Associação Médica de Brasilia